Acessibilidade

Governo do Amazonas cria plano de ação para resolver demanda das unidades de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs)

O plano inclui aumento no número de cédulas emitidas diariamente e agendamento on-line

FOTO: Raine Luiz/Sejusc

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), criou um plano de ação para atender toda a demanda reprimida dos serviços nas unidades de Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs), provocada pela pandemia da Covid-19. Entre as principais medidas estão o aumento na emissão de RGs, mutirões de cidadania, tanto na capital quanto no interior, e agendamento on-line.

A força-tarefa foi uma determinação do governador Wilson Lima e envolve Sejusc e Secretaria de Segurança Pública (SSP/AM). Durante toda a terça-feira (28/09), foram realizadas reuniões com as partes envolvidas para acertar os últimos detalhes das medidas, que entram em vigor neste mês de outubro.

De acordo com a secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles, essas ações vão qualificar e agilizar os serviços oferecidos nos PACs.

“Esse plano foi um pedido do governador Wilson Lima e será executado o mais rápido possível, no intuito de resolver toda a demanda reprimida na emissão de RGs. Estive em contato com o secretário de Segurança Pública, General Carlos Alberto Mansur, na busca por soluções efetivas e uma delas será o aumento nos atendimentos diários nas unidades. Vamos também já na próxima semana reforçar o nosso efetivo, criando um call center, para dar mais agilidade aos agendamentos por telefone. Além disso, vamos programar mutirões de cidadania em todo o Amazonas, para destacar ainda mais o serviço”, afirmou Mirtes.

Em relação aos atendimentos, mais uma mudança vai ser feita. Está em fase de testes um aplicativo para que todos os agendamentos sejam realizados on-line, propiciando mais conforto e agilidade na marcação dos serviços. A previsão é de que em até duas semanas, o PAC Digital já seja liberado ao público. No primeiro momento, será para a capital e depois estendido ao interior do Estado.

A Sejusc ressalta ainda que o horário de funcionamento permanece o mesmo, de 8h às 14h, e os agendamentos podem ser feitos das 14h às 17h.

 

Modernização–  Além do plano de ação, o Governo já trabalha com um projeto de modernização dos PACS na capital. O primeiro a passar pela revitalização é o PAC Compensa, que já deve ser entregue em outubro. Um cronograma já foi montado pela Sejusc para reforma das unidades.

“Os PACs do Educandos e Alvorada vão ser os próximos a passar por essa reforma. Depois, de forma gradativa, vamos alcançar todas as noves unidades aqui da capital. Importante lembrar que o Governo do Estado já faz diversos estudos técnicos para a instalação das unidades de Pronto Atendimento no Interior em municípios estratégicos como Tefé e Humaitá”, destacou a gestora.

Hoje o Estado conta com quatro unidades no interior. São elas: Itacoatiara, Iranduba, Manacapuru e Parintins.