Acessibilidade

Sejusc realiza ação em comemoração ao Dia das Mães para assistidas do Cream

Ação tem como objetivo levar acolhimento para mulheres vítimas de violência doméstica

FOTOS: Gabriel Soares/Sejusc

Com massagem, espaço de beleza e palestras, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), por meio da Secretaria Executiva de Política para Mulheres (SEPM), realizou nesta sexta-feira (13/05), uma ação de comemoração ao dia das mães para mulheres assistidas pelo Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), no Educandos, zona sul da cidade.

Coordenada pela SEPM, a ação tem objetivo de garantir o autocuidado, saúde e embelezamento dessas mulheres que foram vítimas de violência. Na iniciativa, foram disponibilizados vários serviços, como camarim da beleza, design de sobrancelhas, maquiagem, limpeza de pele, exame preventivo, aferição de pressão arterial e teste de glicemia. Além disso, a atividade contou também com sorteios de brindes e música ao vivo com o cantor Carlos Batata.

A secretária executiva de Política para Mulheres (SEPM), Maricília Costa, ressaltou o trabalho desenvolvido pelo centro em favor das mulheres vítimas de violência.

“A rede que nós temos, há mais de dez anos, acolhe essas mulheres que passam por algum tipo de violência, seja física ou psicológica. Nós temos cuidado em devolver a felicidade dessas mulheres e suas famílias, para que elas saiam daqui com autoestima, força e uma nova visão de vida”, disse Maricília.

Conversa – Uma assistida de 37 anos falou de como o projeto a ajudou a enfrentar as violências que sofreu.

“Como mãe, dona de casa e mulher, digo que esse projeto me ajudou muito a enfrentar as violências que vivi. Hoje, me sinto feliz e só tenho a agradecer a todos que fazem parte do Cream”, relatou a assistida.

Comemorações – Na manhã desta sexta-feira (13/05), a Sejusc, por meio Secretaria Executiva de Direitos da Criança e do Adolescente (Sedca), realizou uma confraternização do Dia das Mães no Centro Socioeducativo de Internação Feminina. A iniciativa contou com a presença da Defensora Pública do Amazonas, Juliana Linhares, e teve ainda chá de bebê para uma das internas.