Acessibilidade

Sejusc realiza curso de piscicultura em parceria com o Cetam para adolescentes do Dagmar Feitosa

As aulas ocorrem de segunda a sexta-feira na unidade situada na zona centro-oeste

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) iniciou, nessa última segunda-feira (05/07), um curso de piscicultura em parceria com o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) para socioeducandos do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, na zona centro-oeste de Manaus. A aulas acontecem de segunda a sexta-feira e possui duração de um mês.

O curso irá abordar várias temáticas a respeito da piscicultura. A aula inaugural teve enfoque na produção pesqueira global no Brasil, tendo o objetivo de capacitar profissionalmente os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.

A secretária titular da Sejusc, Mirtes Salles, destaca que essas atividades de incentivo profissional fazem parte do alicerce da socioeducação visto que prepara os jovens para a vida fora do centro socioeducativo.

“A realização dos cursos dentro dos centros socioeducativos mostra que as unidades são lugares onde há possibilidade de mudança de vida. É uma determinação do governador Wilson Lima viabilizar cursos e oficinas profissionalizantes para que os adolescentes saiam das unidades capacitados. Agradeço a parceria consolidada que temos com o Cetam”, enfatizou ela.

Para o secretário executivo de Direitos da Criança e Adolescente da Sejusc, Emerson Lima, o curso oferecido é muito importante porque possibilita diminuir o nível de reincidência de atos infracionais no estado, além de dar uma nova perspectiva de vida para os adolescentes.

Ainda segundo ele, as atividades “profissionalizantes visam acolher os socioeducandos que estão saindo do sistema e dar a eles uma oportunidade de trabalho, de exercer uma profissão”.

O diretor do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, Antônio Juracy Maciel, frisou que os cursos cumprem a legislação brasileira referente às medidas socioeducativas.

“A legislação diz que, quando ele cumpre a medida de internação, é preciso assegurar a qualificação profissional. Nesse sentido, estamos cumprindo a lei, qualificando-o profissionalmente para que sua integração na sociedade seja mais eficaz”, afirmou Antônio.

De acordo com Alexandre Augusto, instrutor do Cetam, “a piscicultura é um mercado promissor no Amazonas. O Rio Preto da Eva é considerado o maior polo de produção pesqueira do mercado”, garantiu.

Ainda no segundo semestre de 2021, o Cetam deve realizar outros cursos no Dagmar Feitosa, sendo eles de avicultura, olericultura, pães e doces, confeitaria, mecânica de carro, manutenção de ar-condicionado, hidráulica e elétrica.

Saiba mais – A Sejusc administra os cinco Centros Socioeducativos do Amazonas, que têm por finalidade promover o cumprimento da medida socioeducativa de internação, com a fiel observância ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e às diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), cabendo aos seus dirigentes e servidores zelar pela integridade física e mental dos adolescentes e adotar as medidas adequadas de educação, contenção e segurança.

Nos cinco centros socioeducativos, geridos pela Sejusc, são oferecidas atividades como rodas de conversa, acompanhamento psicológico, atividades pedagógicas, oficinas terapêuticas e palestras, entre outros.