Acessibilidade

Secretário da Sejusc assina termo que garante ampliação de serviços para emissão de Certidão de Nascimento em hospitais

Medida facilitará, para quem mais precisa, o acesso aos programas sociais governamentais e à cidadania desde os primeiros momentos de vida

Foto: Divulgação/Sejusc

O secretário de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Amazonas, William Abreu,  assinou no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH), em Brasília, na última quarta-feira (09/09), o Termo de Adesão e Atualização ao Compromisso Nacional pela Erradicação do Sub-registro Civil de Nascimento e Ampliação do Acesso à Documentação Básica.

A articulação do Estado com o MDH, por meio da Secretaria Nacional de Proteção Global, garante, com a assinatura do termo, aos hospitais municipais ligados ao Governo do Amazonas, o recebimento de toda a infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI) necessária para a emissão da Certidão de Nascimento, facilitando, para quem mais precisa, o acesso aos programas sociais governamentais e à cidadania desde os primeiros momentos de vida.

De acordo com o secretário William Abreu, o papel desenvolvido pela Sejusc é de suma importância para garantir o direito à cidadania a toda a população do Estado do Amazonas, seja por meio das 13 unidades do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) ou das ações itinerantes de emissão de documentação básica que ocorrem, na capital e no interior, com o projeto “PAC em Movimento”.

Ainda segundo o titular da Sejusc, o termo tem por finalidade promover atividades visando a erradicação do sub-registro civil de nascimento, a divulgação de orientações sobre acesso à documentação básica, ampliação da rede de serviços de Registro Civil de Nascimento (RCN) e documentação básica em todo o Estado, além do aumento da emissão gratuita do RCN e à Certidão de Registro Geral (RG).